quarta-feira, outubro 16, 2019
Siga-nos

Projetos

Projetos

workshop

Vai realizar-se no próximo dia 16 de outubro, no Auditório da Escola Básica António Feijó um workshop subordinado ao tema "Hortas em pequenos Espaços", que será dinamizado no âmbito de uma parceria entre o Clube Ciência Viva da Escola Básica António Feijó e e a Novamente - Psicologia e Desenvolvimento Educacional, Lda., visando já a preparação do projeto da Horta Biológica que está a ser criada e mantida no recinto da escola. A sessão terá início às 17h00.

Projetos

Diapositivo1O Projeto de Secção Europeia de Língua Francesa (SELF) no Agrupamento de Escolas António Feijó-Ponte de Lima

Uma oferta de escola que promove o Plurilinguismo

O projeto Secção Europeia propõe uma abordagem inovadora e integradora na aprendizagem do Francês como língua estrangeira. Presente em 400 estabelecimentos de ensino da União Europeia, pretende privilegiar o multilinguismo, veículo importante para a promoção de uma melhor intercompreensão entre os cidadãos europeus.
A adesão do Agrupamento a este projeto é o resultado da sua preocupação em adequar, por um lado, o ensino às novas apetências e necessidades dos alunos, apostando nas mais-valias das novas tecnologias, e responder, por outro lado, às novas orientações do Ministério da Educação que incentiva um ensino baseado numa pedagogia ativa, favorável à dinamização de projetos interdisciplinares e colaborativos entre pares.
O projeto SELF surge no âmbito do Protocolo de Cooperação Educativa luso-francês de 10 de abril de 2006, assinado entre Portugal e a Embaixada Francesa. Respeita o Documento Enquadrador das SELF, de 3 de julho 2006, com o necessário parecer favorável do Senhor Secretário de Estado da Educação. Apresenta-se como mais uma das já várias experiências encetadas no nosso país com Secções Europeias de Língua Francesa.
O projeto SELF iniciou com uma turma de 7ºano, no ano letivo 2018/19. Permite um reforço de 45 minutos na disciplina de Francês, a integração progressiva do Francês na disciplina não linguística (DNL-Físico-Química), o desenvolvimento de atividades inovadoras que relacionam os conteúdos das disciplinas e a implementação de uma maior diversidade de estratégias de ensino na aula de reforço de Francês para consolidar os conteúdos lecionados e melhorar a competência linguística.
A implementação do projeto de uma SELF visa, consequentemente, desenvolver um trabalho profícuo, no sentido de:
- responder a duas vertentes do Projeto Educativo do Agrupamento: privilegiar “o favorecimento do multilinguismo como enriquecimento cultural do indivíduo e como forma de contribuir para a mobilidade e a competitividade europeias” e minimizar o abandono escolar, revelando-se um valioso contributo na formação pessoal dos alunos, imprescindível no mundo multicultural e multilingue contemporâneo;
- participar, de forma ativa, em projetos internacionais, conferindo ao Agrupamento uma imagem de relevo, modernidade e dinamismo, quer a nível distrital, quer a nível nacional;
- divulgar as iniciativas de promoção do ensino da Língua Francesa no Agrupamento de Escolas Vertical António Feijó e dos trabalhos realizados na disciplina de DNL, através de um blogue da SELF;
- consolidar a aprendizagem da língua estrangeira e comprovar os níveis de proficiência dos alunos de francês da SELF, com a realização do exame DELF pelos mesmos, num dos 3 anos da implementação do projeto no Agrupamento;
- aumentar a participação dos Encarregados de Educação na vida escolar dos seus educandos;
- promover e facilitar a cooperação entre instituições de ensino (Agrupamento de Escolas António Feijó <-> Ministério da Educação (DGE /DGEstE) <-> Alliance Française) e a Autarquia de Ponte de Lima.
Em suma, a implementação de uma SELF revela-se um valioso contributo para a formação pessoal dos alunos e confere ao Agrupamento uma imagem de modernidade e de abertura ao mundo exterior.

Projetos

IMG 20190927 102921Cerca de quatro centenas de alunos participaram numa ação de formação/informação sobre o HIV/Sida, promovida pelo PES – Programa de Educação para a Saúde do Agrupamento de Escolas António Feijó. A convidada para orientar os trabalhos foi Thaiana Barbosa, técnica Superior de Educação Social, a exercer funções na Associação Sol.

A Associação SOL foi fundada, em 17 de Dezembro 1992, centrando os seus esforços no apoio aos ÓRFÃOS da SIDA e tem como objectivo principal o apoio e proteção às crianças e jovens infectadas pelo vírus HIV/SIDA, bem como o apoio e proteção a crianças e jovens portadores de deficiência motora profunda, com grave compromisso de autonomia e respectivas famílias, bem como a de carácter médico, social, logístico e humanitário. Mercê do meritório trabalho realizado foi já agraciada com o prémio da UNESCO, como Associação com uma filosofia pioneira tanto a nível nacional como internacional e o prémio dos DIREITOS HUMANOS, por unanimidade na Assembleia da República.
Participaram nesta ação, integrada na literacia da saúde, turmas dos 6.º, 7.º, 8.º e 9.º anos de escolaridade.

Projetos

Aulas A la CarteO projeto “Aulas à La Carte”, implementado pela primeira vez na Escola Básica António Feijó no ano letivo 2018/2019, mereceu honras de publicação na página electrónica da Direção geral de Educação, como modelo de boas práticas implementadas nas escolas nacionais, no âmbito do projeto de Autonomia e Flexibilidade Curricular.
Esta atividade, que envolve todas as turmas e ciclos lecionados na escola, vola a integrar o Plano de Atividades do agrupamento para o corrente ano letivo.
A publicação pode ser consultada aqui:

Projetos

1O projeto "ABCdo Café" foi selecionado para integrar os 100 projetos que vão integrar a mostra nacional, com a qual culmina o concurso "Ciência na Escola", promovido anualmente pela Fundação Ilídio Pinho, através do qual pretende fomentar o trabalho e a cultura científica nas escolas nacionais.

Será entre estes 100 projetos que serão selecionados os vencedores de cada uma das 5 categorias que compõe a iniciativa da fundação. O projeto "ABC do café" integra o 4.º Escalão", competindo pelo galardão com outras 21 propostas.

O Agrupamento de Escolas António Feijó é um participante habitual nesta iniciativa que, a nível nacional, movimenta mais de 1000 projetos, envolvendo todos os níveis de ensino, aprofundando desta forma todo o trabalho que tem vindo a realizar ao nível do ensino da ciência e da promoção de uma cultura científica em todos os níveis de ensino.

No corrente ano-letivo o projeto "Cientista em Casa" (Educação Pré-Escolar), "Ensinar Ciência" (1.º CEB), Clube Ciência Viva (todos os ciclos), "Espaço Ciência Divertida (1.º CEB) assumirão grande protagonismo na estratégia do agrupamento, com ações que incidirão na sala de aula, mas que chegarão também à comunidade educativa ao longo do ano letivo.

Entrar ou Registar-se