quinta-feira, janeiro 20, 2022
Follow Us

Biblioteca

Biblioteca
A iniciativa "Escola de Pais" que, depois de uma edição presencial na escola Básica António Feijó, teve já uma segunda edição online, em parceria com a Escola Superior de Educação de Viana do Castelo, foi objeto de comunicação que integra as atas do "XVI CONGRESSO INTERNACIONAL GALEGO-PORTUGÊS DE PSICOPEDAGOGIA", realizado na Universidade do Minho, nos passados dias 1,2 e 3 de setembro de 2021.
A intervenção é da autoria da Professora Bibliotecária do Agrupamento de escolas António Feijó, Lúcia Barros que apresentou o projeto por si liderado e desenvolvido no nosso Agrupamento.
O texto pode ser consultado nas páginas 982-994, através do link: https://congreso-xvigp.asocip.com/images/PDF/ATAS_XVI_CIGPP-2021.pdf.
Biblioteca

A Biblioteca da Escola Básica António Feijó assinala o centenário do nascimento de José Saramago, com uma exposição bio-bibliográfica.

A grande obra do prémio Nobel da Literatura é o mote para alargar o conhecimento deste vulto das letras portuguesas que cumpre, em 2022, o centenário do seu nascimento, estando previstas diversas atividades para assinalar tão importante efeméride.

 

Biblioteca

Na semana em que comemoramos o Dia Internacional da Filosofia, demos início a este novo projeto nas bibliotecas escolares António Feijó.

O "bichinho" já cá andava há algum tempo... Procuramos formação específica na área, lemos muito sobre o assunto, analisamos outros projetos nacionais e internacionais e conversamos com facilitadores e outros entendidos na matéria. Descobrimos que o nosso método de abordagem à Educação Literária, que privilegia o questionamento e o desenvolvimento do pensamento crítico, se cruza em vários pontos com as dinâmicas propostas para as sessões de filosofia para crianças e jovens. 

Com a ajuda da (boa) literatura, decidimos avançar.

Lançamos a proposta no arranque do ano letivo e abrimos inscrições. Antes de setembro acabar, já tínhamos mais de vinte turmas inscritas! Neste momento, temos já um calendário de sessões, na EPE e 1º CEB, que se estende até ao final de março 2022!! 

A sessão inaugural teve lugar esta semana na EB da Feitosa, com um ávido e solícito grupo de alunos do 3º ano. "Estar sozinho é bom?" foi o mote para a dinâmica desta sessão, que gerou um profícuo diálogo à volta da solidão, da coragem, da empatia, da solidariedade e até da criatividade. O Jardim de Babaï, de Mandana Sadat (falamos deste livro AQUI), foi o nosso companheiro literário nesta sessão inaugural.

No 2.º e 3.º ciclos, as sessões de Filosofia para Crianças e Jovens são integradas nas ofertas de Biblioteca à la Carte. E pela experiência passaram, também esta semana, duas turmas, de 5.º e 8.º anos.

Com estes grupos, a reflexão girou em torno da descoberta do OUTRO. Partimos de um exercício de argumentação, e, com a ajuda de Rosa Branca, de Christophe Gallaz e Roberto Innocenti (como companheiro literário), exploramos a arte de questionar.

A temática subjacente à obra, que tem como pano de fundo o holocausto, aliada à riqueza de pormenores das ilustrações de Roberto Innocenti, foram um precioso auxiliar para o exercício final: "fazer perguntas que façam pensar". Aqui ficam alguns exemplos:

"O que levou o Presidente da Câmara a entregar a criança aos soldados, quando devia proteger os seus?

Por que levava Rosa Branca a comida às escondidas da mãe?

Será que o gesto de Rosa Branca fez, de facto, a diferença na vida das crianças a quem ela levava comida?

Foi justa a morte de Rosa Branca? Será a morte justa?"

E foi assim que nos estreamos (oficialmente) nesta "arte do pensar".

Até já!

Biblioteca

Dos livros para o mundo: Percursos de Leitura e de Escrita Criadora é o projeto que dá corpo à candidatura (re)Ler com a Biblioteca, uma iniciativa da Rede de Bibliotecas Escolares que tem como principal objetivo auxiliar na recuperação de aprendizagens dos alunos que foram mais afetados pelos constrangimentos inerentes à crise sanitária que atravessamos.

Este projeto, em implementação no presente ano letivo (2021-2022) decorre na EB de Gandra, a escola geograficamente mais distante da sede do agrupamento, junto das turmas de 2º e 3º ano, e é dinamizado pela professora bibliotecária coordenadora, em colaboração com as docentes titulares de turma. Semanalmente, a manhã de terça-feira é dedicada ao desenvolvimento de atividades que visam:

- A consolidação de competências ao nível da decifração, envolvendo competências de leitura e escrita;

 - O alargamento do conhecimento lexical e do conhecimento do mundo, no sentido de desenvolver a compreensão na leitura e a produção escrita;

 - O alargamento de conhecimentos ao nível da educação literária, com o objetivo de desenvolver o gosto e o prazer da leitura, a sensibilidade estética e as competências ao nível da escrita.

Para além de um trabalho semanal de dinamização de atividades e de acompanhamento dos trabalhos, que procuramos articular com os projetos em desenvolvimento no agrupamento, Dos Livros para o Mundo contempla ainda a visita a um conjunto de espaços e eventos culturais, que conta com o apoio do município de Ponte de Lima, e a participação em workshops de experimentação artística, complementando-se com formação docente específica nas áreas que enformam o projeto.

 

Biblioteca

Iniciativa já com alguma tradição na Biblioteca António Feijó, parte integrante do Plano Plurianual de Atividades, a Biblioteca à la Carte regressou EM FORÇA no passado mês de outubro.

Decorrente da temática do Mês Internacional das Bibliotecas Escolares (MIBE), Contos Tradicionais de todo o Mundo, que se cruzou com os temas de projeto em desenvolvimento no agrupamento, o mês de outubro contou com um conjunto de cinco ofertas, que trouxeram à biblioteca mais de três centenas de alunos do 2º e 3º ciclos, (re)enchendo este espaço de vida, de movimento e de descoberta.

Depois de quase dois anos, em que as atividades presenciais se viram fortemente limitadas pelos constrangimentos decorrentes da situação pandémica que atravessamos, este regresso em força à Biblioteca é revelador da necessidade que a comunidade escolar sente destas dinâmicas de construção de conhecimento, para além da sala de aula, como tão bem preconiza o novo Projeto Educativo do Agrupamento: A minha escola é o mundo.

Nas diferentes sessões, que dinamizamos em formato de oficina, procuramos conjugar educação literária e escrita criativa com literacia da informação e dos media, e ainda com as artes plásticas. O envolvimento dos alunos, que trabalham em equipa, a qualidade dos trabalhos que realizam e a satisfação dos docentes que os acompanham, constituem indicadores quer do agrado em relação à dinâmica, quer da relevância das atividades. 

Ao longo das quinze sessões que levamos a efeito no âmbito das comemorações do MIBE, a tónica foi colocada na revisitação do conto tradicional, explorando perspetivas menos usuais no quotidiano curricular, e cruzando-as com as Janelas para o Mundo, o nosso tema aglutinador de projetos, de que são bons exemplos Capuchinhos Vermelhos pelo Mundo, uma das oficinas mais concorridas, ou Segredos do Capuchinho Vermelho, uma sessão destinada a alunos do 9º ano, onde exploramos a simbologia do conto e refletimos sobre a sua atualidade.
 
O conhecimento e a valorização da diversidade, cada vez mais pertinente tendo em conta o crescente número de alunos de PLNM que recebemos, são aspetos particularmente abordados na oficina Capuchinhos Vermelhos pelo Mundo, em que os alunos são convidados a rechear a cesta da menina do Capuchinho Vermelho com iguarias gastronómicas típicas de diferentes países, e ainda a criar uma pequena conversa, na língua desse país, entre a menina e o lobo.
 
Descobrir que a criação literária pode ser a transformação do banal em extraordinário, como acontece em Vassouras de Poesia, ou a combinação improvável de elementos de textos conhecidos, como acontece em Microcontos Improváveis, tem funcionado como verdadeiro desbloqueador de ideias e de palavras, como o prova a diversidade de textos que os nossos alunos têm produzido ao longo destas sessões, como podemos ver na imagem abaixo, com a Matança do Porco mais improvável de sempre.
 
E depois deste regresso em força, e de tantos pedidos que ficaram em espera, só podemos continuar a dizer: presente! Aqui ficam, pois, as ofertas BALC de novembro.
 
Encontramo-nos na Biblioteca.
Até já!

Entrar ou Registar-se