quinta-feira, dezembro 09, 2021
Follow Us
EDUCAR PARA O DIREITO COM PAULA VARANDAS

A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Ponte de Lima contempla, no seu plano de ação para 2021, uma palestra subordinada ao tema "Educar para o Direito", no dia 25 de novembro, às 21:00, no Auditório Municipal de Ponte de Lima (nos Paços do concelho), dirigida à comunidade educativa (pais/encarregados de educação, professores, auxiliares de ação educativa, e demais interessados no tema).

A sessão será dinamizada pela advogada, oradora e responsável pelo projeto "Educar para o Direito", Dr.ª Paula Varandas.
A entrada é livre mas com inscrição obrigatória através do link https://forms.gle/vR7BDpYnBs39sXQc9.
 
Inscrições limitadas à lotação do auditório.​
 
Dr.ª Paula Varandas
Licenciada em Direito pela Universidade Moderna de Lisboa; PósGraduada em Direito da Saúde pela Universidade Católica Portuguesa de Lisboa; Pós-Graduada em Responsabilidade Médica pela Faculdade de Direito de Coimbra; Pós-Graduada em Direito Penal da Empresa pela Universidade Católica Portuguesa de Lisboa; Pós-Graduada em Consentimento Informado pela Faculdade deDireito de Coimbra. Criadora do projeto “Educar para o Direito”, projeto que visa, pormeio de palestras direcionadas a escolas e ou institutos, a sensibilização dos jovens em relação ao crime e face às suas erradas condutas, tendo realizado mais de 500 palestras pelo continente e ilhas. Conferencista, oradora e formadora. Publicação de vários artigos jurídicos e científicos.
 
O projeto "Educar para o Direito"
Este projeto nasce em Lisboa na sequência da constatação nos Tribunais de um crescente número de jovens que, na sequência da prática de ilícitos criminais e perante essas suas condutas, apresentam,pornorma, umcircunstancialismodequem não sabiaounão tinha consciênciadas consequências de tais atos, nomeadamente para o seu próprio futuro. Os temas que, dentro do Direito, são objeto de exposição e debate são os entendidos como os mais prementes na atualidade, como a violência no namoro, bullying, ciberbullying, droga, injúrias, ameaças, furto e roubo. PaulaVarandaslançouprobono,noiníciode2016,oprojeto"EducarparaoDireito".Desdeentão, e jáemparceria comoFórum JustiçaIndependente (FJI),umaassociação dejuízes,fezmais de 150 colóquios em liceus públicos e colégios privados, mediante convites provenientes do País inteiro, para uma audiência total que se estima em 15 mil participantes.
 

Entrar ou Registar-se